“Nem te conto”

 

Esta é a seção “Nem te conto”. Assim como as revistas e jornais publicam crônicas, queremos publicar as histórias do MAS.

Nesse espaço você poderá contar histórias que aconteceram com você, fatos curiosos, engraçados, coisas que só acontecem no MAS. Você pode falar de um encontro, histórias de relacionamento, acampamentos, bailes, ou qualquer coisa que veja que acontece com os membros adultos solteiros sud.

A ideia é compartilhar experiências uns com os outros. O objetivo não é expor ninguém, apenas aprender com histórias particulares desse nosso mundo mórmon. Por isso damos algumas orientações básicas:

• Escreva histórias reais, mas use nomes fictícios e não detalhe pontos que possam tornar os personagens evidentes, assim você não expõe nem você, nem outras pessoas, a menos que você e os outros não tenham problemas em tornar a história pública.

• Não use termos ofensivos para se referir a qualquer personagem da sua história. Respeite os padrões e não use palavras depreciativas.

Contamos com suas experiências para enriquecer esse espaço, que é seu e de todo o MAS!!! (Para participar envie um e-mail para blogdomas@gmail.com)

      “Quer ou não quer?… eis a questão”

Eu e o Lucas* nos conhecemos em uma atividade da igreja…ele era recém converso e eu tinha namorado!!!

Como meu namoro já estava por um fio, eu não estava interessada em começar outro relacionamento…por isso não prestava muita atenção nos rapazes a minha volta.

Assim que terminei com meu namorado, o Lucas* começou a namorar com minha melhor amiga, ou seja, sem chance!!!

O tempo passou, eu fiquei solteira e desencanei do ex….estava começando a querer outro relacionamento, afinal, ninguém gosta de ser solteiro né?!?!
O Lucas* se tornou um amigo de todas as horas, afinal, eu, ele e minha amiga Josi* estávamos sempre juntos…

O único problema que havia entre mim e o Lucas* era que ele gostava de mim, mas como achava que eu ainda gostava do meu ex decidiu seguir a vida e tentar um relacionamento com ninguém menos que minha amiga!!! É mole?!?!  Só que antes de me perguntar se eu estava gostando de alguém, ele tirou as próprias conclusões e fez o pedido.

Como ele estava comprometido eu não podia falar ou fazer nada, até mesmo por respeito a minha amizade.

Um tempo depois o Lucas* e a Josi* começaram a ter alguns problemas no relacionamento, como ela era minha amiga, me pedia pra tentar amenizar as coisas, fazendo o que?! Conversando com o Lucas*!!!

Como eu já havia visto que não daria certo eu e ele, eu realmente tentei amenizar as brigas, mas os dois não tentavam nem ao menos se entender…

O que aconteceu?!?! Os dois terminaram!!! Minha amiga não ficou abalada, pois ela não gostava do Lucas*, só achava ele “bonitinho”, legal, mas não havia desenvolvido algo muito forte por ele …então…bola pra frente!!!

A Noite de Talentos
Na minha ala o show de talentos seria naquela mesma semana, e eu estava muito animada…quem sabe eu conheceria alguem né?!?!

Quase no final da atividade minha amiga veio conversar comigo e me disse algumas coisas meio estranhas e eu não estava entendendo…

Ela disse que o namoro não deu certo porque o coração do Lucas* já estava ocupado e que eu sabia muito bem quem era…

Eu não entendi, mas deixei pra lá…e ela toda hora olhava pra minha cara e começava a rir…e eu sem entender…

Quando o show de talentos terminou, o Lucas* pediu para conversar comigo…foi ai que eu comecei a entender o que a Josi* estava dizendo.

Ele sentou ao meu lado, respirou fundo, e eu até acredito que ele tenha juntado toda a coragem que possuía dentro dele e começou a se declarar!!!

Pois é…ele disse que estava muito confuso, pois ainda acreditava que eu gostava do meu ex!

Mas disse também que não aguentava mais a situação de ficar ao lado de outra pessoa que não fosse eu! Disse que era muito difícil falar comigo, pois achava que eu diria não pra ele, disse que tinha pensado muito, afinal, ele é extremamente tímido.

Antes de falar qualquer coisa eu ouvi tudo. Assim que ele terminou de falar tudo aquilo…eu disse que teria que fazer algumas coisas antes de responder…e a primeira delas era falar com a Josi*…vai saber se ela ficaria brava se eu dissesse “sim” antes de falar alguma coisa com ela?!?!

Quando eu tomei coragem e falei com a Josi*, ela me disse que já sabia. Disse que o Lucas* havia dito isso pra ela…(ela que perguntou, tá?!)

E o que mais me chocou foi o que ela disse depois… disse que não iria atrapalhar o nosso relacionamento, pois ela achava que ele gostava de mim desde que ele havia me conhecido!!!!!

O final feliz…
Hoje eu e o Lucas* estamos muito felizes juntos… quase um ano se passou e tudo esta muito ótimo…crescemos a cada dia…

Eu descobri que se não fosse a coragem dele de enfrentar o que as pessoas poderiam falar sobre nós termos feito algo que pudesse ofender a Josi*…eu não estaria fazendo planos de me casar um dia no Templo e ser feliz ao lado de quem eu amo!!!

Eu e a Josi* estamos muito bem…continuamos amigas e cada dia que passa eu vejo mais coisas darem certo entre nós.

*A história é real, apenas os nomes dos personagens são fictícios.

 

Confira a primeira história que nos foi enviada:

A “quadrilha” da vida

— Por que você não namora fulano? Ele é tão espiritual. E cliclano? Ele está solteiro. Acho que você precisa olhar mais a sua volta.

Com tantos comentários como este passei a olhar mais a minha volta. Olhei para um lado, olhei para o outro, até que percebi Marcos*, um rapaz que antes passava despercebido pela estaca. 

Era alto, moreno, lembrava um ator de uma novela, apesar disso, não era galã. Era apenas um rapaz comum, que fazia tempo que estava solteiro. Espiritual, ex-missionário e freqüente em todas as atividades, serões e instituto. Como eu não tinha percebido ele antes?

Tudo o que eu precisava era puxar conversa, como quem não quer nada, e depois adicioná-lo no Orkut, conhecer melhor, quem sabe…

Até que um sábado, no instituto, ele pediu para se sentar do meu lado. Um olhar tímido, assim como o meu. Conversamos um pouco, e logo a aula começou. Depois da breve conversa, adicionei Marcos no Orkut, louca para ver fotos e outros detalhes.  Mas o que deixa qualquer moça doida é que a pessoa só tem acesso a informações e fotos da outra quando ela aceita o convite.

Com a internet, ninguém se esconde
Aceito o convite, vi o álbum de fotos completo. Pelas comunidades descobri o que gostava, onde tinha feito missão, onde trabalhava, estudava e outras informações. Cheguei a descobrir que Marcos era meu vizinho de trabalho, apenas alguns edifícios nos separavam, sabia até mesmo o andar do prédio que Marcos trabalhava. Não se assuste, caro leitor, esse é um fenômeno que acontece quando se juntam dois elementos: moça interessada em um rapaz + internet. Aí podem ter certeza que a ficha já foi baixada.

Quando menos esperava, saindo do trabalho, sem planejar nada, encontrei Marcos no ponto de ônibus. — Finalmente o encontrei por aqui, pensei. Ele fez uma cara surpresa. —- Você trabalha aqui?, perguntou. Respondi que sim, com a cara mais deslavada, de quem não sabia de nada da vida dele. Cheguei até a perguntar se ele trabalhava na região. —- Trabalho sim, na rua tal.—- Que coincidência, respondi, como se não soubesse de nada.

No caminho pra casa fomos conversando sobre o acampamento, que estava próximo. Demonstrei animação, ele também. —- Que ótimo, quem sabe lá não nos conhecemos melhor e pode pintar alguma coisa, pensei.

O acampamento
Fevereiro chegou, e com ele o acampamento. É lógico, eu estava empolgada, afinal 4 dias valem por mil atividades e mais oportunidades de conversar e se conhecer melhor. Arrumei as malas e saí com os amigos.

Como mulher sempre anda carregada, no meu caso não podia ser diferente. A mala pesando e eu a carregando pelo sítio. Com quem eu me deparo? Com Marcos e uma garota que ele ajudava a carregar as malas. Percebi que ele demonstrava um cuidado todo especial por ela. Hum!!! Quem será?

Com mais de 10 quartos no acampamento, a moça veio parar justamente no meu. E logo, pelas conversas, percebi que ela era a namorada de Marcos. Mas por que ele não colocou “namorando” no Orkut?, questionei.

A noite chegou e quem disse que alguém dormiu naquele quarto? Algumas meninas, umas 6, decidiram conversar a noite inteira. Contar a vida de fio a pavio. E Sandra*, a namorada de Marcos, passou a madrugada contando detalhes do recente namoro. Como ele era carinhoso, amigo e espiritual, mas também um pouco “grudado” e “meloso” demais. —- Pelo menos tem uma coisa boa nessa história, eu não gosto dessas duas últimas características, pensei.

Não, essa não é uma história mexicana. Não fiquei tão pra baixo, até porque não havia me apaixonado assim pelo rapaz, apenas tido um interesse. Também não tinha como sentir saudade de uma coisa que não aconteceu. Aí me desliguei da história e decidi curtir o acampamento.

A quadrilha
O engraçado é que um outro rapaz, um velho amigo, por quem eu não tinha interesse para namorar, apenas amizade, ficou no meu pé.  Isso sempre acontece. Quando você está interessado em uma pessoa, ela está em outra, e quando uma pessoa está interessada em você, você está gostando de outra pessoa. São os desencontros da vida. A “Quadrilha”, de Carlos Drummond de Andrade:

João amava Teresa,

que amava Raimundo,

que amava Maria,

que amava Joaquim,

que amava Lili,

que não amava ninguém.

João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes que não tinha entrado na história.

É assim que as coisas acontecem. Até que nos encontramos por aí….nas quadrilhas da vida.*

*A história é real, apenas os nomes dos personagens são fictícios.

Anúncios

Responses

  1. […] “Nem te conto” […]

  2. […] “Nem te conto” […]

  3. […] “Nem te conto” […]

  4. Por favor, espalhem o máximo. Temos que fazer alguma coisa!

  5. OLÁ AMADOS,
    BOM MINHA ALA ATUALMENTE ESTA SEM ATIVIDADES POR ISSO FICA DIFICIL CONHECER ALGUÉM LEGAL, E OS RAPAZES QUE TEM SÃO CASADOS, Ñ TEM NENHUMA SOLTEIRO, MAS EU QUERO MUITO CONHECER ALGUÉM ESPECIAL, UM NAMORO, UM CASAMENTO ETERNO E FELICIDADES MAS ESTA MUITO DIFICIL POR AQUI.
    SE VCS CONHECEREM SE VCS CONHECEREM ALGUM RAPAZ SOLTEIRO ME AVISA.
    BEIJOS PRISCYLLA


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: